LinkConcursos.com.br > Área de estudo > Conhecimentos Bancários > Taxa CDI ou DI – Definição e como Calculá-la

Taxa CDI ou DI – Definição e como Calculá-la

Quando falamos em investimentos financeiros vemos muito a Taxa CDI ou taxa DI que é referência no mercado bancário. Sempre a vemos anualizada ou então como um percentual sobre ela. No mercado de taxa de DI. Mas ela é uma taxa definida diariamente no mercado interbancário (entre os bancos) e portatno passível de ser calculada.

A Taxa DI diária é formada no mercado interbancário (utilizando pelos bancos) também como o objetivo de captação de recursos diariamente e, portanto, somente em dias úteis. essas operações acontecem quando um determinado Banco (B) necessita tomar recursos por um dia, por meio da emissão do Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que é um título emitido exclusivamente entre as instituições financeiras e transmitidas aos terminais da CETIP – Baçcão Organizado de Ativos e Derivativos.

Criada pelas instituições financeiras e pelo BACEN, a CETIP, que já caracterizamos oq que é aqui, iniciou suas operações em 1996 e atualmente, é uma sociedade anônima de capital aberto com ações negociadas no novo Mercado, da BM&FBovespa.

O site da CETIP divulga diariamente as taxa de DI e possui todo o histórico de cotações. Acesse o site e veja.

Exemplo:

Supondo que o Banco A tenha 500.000.000,00 (quinhentos milhões de reais) disponíveis para a plicar por 5 dias úteis no mercado interbancário, que o Banco B tenha a necessidae de captar esses recursos e que tais bancos negociam uma taxa DI diária de 11,65% a.a. over, determinar o montante (FV) que o Banco B deverá devolver para o Banco A no dia seguinte.

Aplicando a fórmula dos juros compostos e considerando o prazo de dias úteis, que é obtido da diferença entre as duas datas, descontando o número de feriados regulares, sábados e domingos, bem como o número de feriados especiais entre essas datas, teremos:

FV = PV(1+i)^n
Logo
FV = 500.000.000,00 (1+11,65/100)^5/252
FV = 500.000.000,00 (1+0,1165)^5/252
FV = 500.000.000,00 (1,002188876)
FV = 501.094.438,00

Portanto, para o Banco B, no prazo de D+5, deverá entregar para o Banco A o montante FV de 501.094.438,00, que representa o valor principal mais os juros pela utilização do capital.

Publicado em Área de estudo, Conhecimentos Bancários, Economia, Matemática Básica