Funções de linguagem: o que são e quais os tipos?

O objetivo das funções de linguagem é dar ênfase a determinada mensagem e elas são utilizadas segundo a intenção do falante.

Funções de linguagem na comunicação

Dominar as funções de linguagem nos ajuda a ter uma comunicação mais eficiente e intuitiva. Mas antes, precisamos aprender seus seis tipos:

função referencial, função emotiva, função poética, função fática, função conativa e função metalinguística.

De acordo com os elementos presentes no texto, as figuras de linguagem terão um papel diferente. Por exemplo:

emissor, receptor, mensagem, código, canal e contexto.

Função referencial ou denotativa

A função referencial ou denotativa é muito comum em artigos científicos por estar ligada à informação.

A sua principal função é destacar o tema do texto em que está inserido.

Veja exemplo:

SP anuncia vacinação de policiais e professores para abril.

Os artigos podem ser classificados em artigos definidos e artigos indefinidos.

Os médicos recomendam o uso da máscara e álcool em gel.

Função emotiva ou expressiva

Tendo como principal objetivo transmitir emoções e sentimentos, a função emotiva ou expressiva foca no emissor e não na mensagem, fazendo o uso da linguagem subjetiva.

Também é muito comum em sua estrutura o uso das figuras de linguagem e da linguagem conotativa, além de sempre ser utilizado sentenças na primeira pessoa. Você pode encontrar a função emotiva em:

opinião, diários, cartas pessoais e poemas líricos, por exemplo.

Veja exemplo:

É triste assistir o jornal nos dias de hoje.

Estou com tantas saudades!

Função poética

Característica dos textos poéticos, a função poética faz uso da linguagem conotativa e das figuras de linguagem. É comum o uso de figuras de linguagem, como metáforas, antíteses, entre outras. Embora seja recorrente em textos literários, a função poética também pode ser encontrada no nosso dia-a-dia em campanhas publicitárias.

Veja exemplo:

“O poeta é um fingidor.

Finge tão completamente

Que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente.”

Fernando Pessoa

Função fática

Muito frequente em ligações telefônicas, na função fática se sobressai a relação entre o emissor e o receptor da mensagem. Veja exemplos:

Alô! Alô?

Bom dia!

Função conativa ou apelativa

A função conativa ou apelativa tem como principal objetivo induzir o receptor a fazer algo. É comum a presença de verbos no modo imperativo. Veja exemplo:

Vote em mim!

Aproveite as melhores ofertas!

Função metalinguística

Na função metalinguística o emissor explica um código utilizando o próprio código. É introduzida com expressões como “ou seja”, “sendo assim” e “por exemplo”.

Exercícios

Já aprendeu tudo sobre as funções da linguagem? Agora vamos praticar!

Qual a função da linguagem presente na frase: “Frase é uma construção com uma ou mais palavras que possui sentido completo.”

a) Função expressiva;

b) Função referencial;

c) Função metalinguística;

d) Função fática.

Resposta: Letra “c”

Sair da versão mobile