Português

Verbo haver impessoal: quando ocorre?

O verbo “haver” é amplamente utilizado, tanto na oralidade quanto na escrita, mas ainda existem dúvidas sobre o emprego, flexão e impessoalidade de tal verbo. Uma das principais questões sobre esse tópico é: quando o verbo “haver” é impessoal? Para entender quando isso ocorre, é preciso entender, primeiramente, o que são verbos impessoais.

O que é um verbo impessoal?

Os verbos impessoais são verbos que não apresentam um sujeito como referente e, por esse motivo, não apresentam flexão de número. Ou seja, os verbos impessoais não podem ser colocados no plural e são sempre conjugados na terceira pessoa do singular, uma vez que não apresentam sujeito.

Exemplos de verbos que podem ser impessoais são os verbos haver, ter, fazer e tratar. Observe nos exemplos abaixo como esses verbos, em certas circunstâncias, não apresentam sujeito e, portanto, se tornam verbos impessoais.

  • Havia várias formas de resolver o problema.
  • Tem pessoas esperando lá fora.
  • Faz cinco anos que me mudei para essa casa.
  • Trata-se de uma reunião de negócios.

Quando o verbo “haver” é impessoal?

O verbo “haver” pode ter diversos sentidos, mas apenas quando ele é utilizado no sentido de “existir” que se torna impessoal e passa a ser conjugado apenas na terceira pessoa do singular.

  1. Os meninos haviam feito o dever de casa, mas não o trouxeram.
  2. Elas haviam chegado tarde na festa.
  3. Há pessoas que não gostam de matemática.
  4. Houve muitos problemas durante o campeonato.

Nos exemplos acima, apenas os tópicos 3 e 4 apresentam verbos impessoais. Nas frases 1 e 2 o verbo “haver” possui papel de verbo auxiliar, além possuir sentido de “ter”. No entanto, nas frases 3 e 4, o sentido do verbo é de “existir” e, por conta disso, o verbo é impessoal.

Saiba como identificar o verbo impessoal haver.
Saiba como identificar o verbo haver impessoal.

Exemplos de verbo “haver” impessoal

Observe abaixo alguns exemplos de quando o verbo “haver” é impessoal e repare em como não há sujeito e como a conjugação é sempre na terceira pessoa do singular.

  • Há vários motivos para eu não querer ir.
  • Há muitos cachorros sem lar em cidades grandes.
  • Há pessoas que não saber ler.
  • Havia chances de nevar na semana passada.
  • Havia vagas nessa empresa.
  • Havia um erro no texto da menina.
  • Houve discussões no trabalho durante o mês todo.
  • Houve muitos estudantes que tiraram dez na prova.
  • Houve problemas entre os dois durante o divórcio.

Com esses exemplos em mente, você consegue pensar em outros casos em que o verbo “haver” seria um verbo impessoal? Compartilhe o texto com amigos e os ajude a entender um pouco mais sobre verbos impessoais e as particularidades do verbo “haver”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Faça seu comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Ajude a manter este trabalho prestigiando nossos patrocinadores.
%d blogueiros gostam disto: